Eu sou palavra, verso e rabisco

Foto: weheartit.com

Você pode ler esse texto ouvindo Somewhere Only We Know, da Lily Allen.

Eu sou intensa, sou cheia de detalhes.

Para mim, a unanimidade da vida sempre será incerta.

Eu dou o meu máximo, e sempre chego onde quero chegar, mesmo que ninguém acredite ou coloque areia fofa em meus planos.

Eu sou complexa demais. A Teoria dos Números sempre me pareceu simples quando comparada aos meus pensamentos sobre a humanidade.

Eu sou essência, eu entro pra ficar. E fico porque quero, porque é necessário. Mas, ao mesmo tempo eu detesto quando me adéquo aos espaços e limites e me mandam embora.

Eu sou reticências. Eu posso ser exagerada algumas vezes, mas provavelmente, é porque eu não gosto de nada superficial.

Eu tento ser forte, eu tento ser corajosa.

E, quer saber? Eu acho que eu consigo, sim!

O carrossel da vida nunca para de girar, e de alguma forma a gente tem que aprender a lidar com aquelas pessoas que querem o nosso mal, e torcem contra aos nossos sonhos.

Eu sou tão, mas tão dramática! E eu detesto drama, sabia?

Pois é, eu sou um pouco de palavras, de versos e principalmente de rabiscos.

Portando, caso você procure um resumo sobre mim, acredite, você não achará.

Eu sou um punhado de histórias.

Texto da leitora Marília Felix, 24 anos, de Patos-PB, mestranda em Ciências da Educação.

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *