Aquilo que você causa em mim

Foto: We Heart It

Colocou as chaves na mesa e atraiu minha atenção. Você chegou de repente e eu me perdi nas páginas do livro que estava lendo. Reparei em seu olhar nervoso, mas, tentando disfarçar qualquer, coisa sentamos para tomar café. Café é uma bebida forte e quase indispensável pra nós, não é? Ele faz a gente acordar quando estamos quase pegando no sono no trabalho, mesmo que a mesa esteja cheia de folhas; faz a gente ficar mais calmo quando nos trazem notícias que não esperávamos no sábado nublado e nos dá a sensação de carinho quando em meio ao sorriso nos olhamos depois de um gole.

Cada palavra que sai de sua boca parece um motivo a mais para me apaixonar, mesmo que continue negando pra mim mesma até não poder mais. Nada em relação à última viagem de trabalho que tu fez me parece chato. O brilho dos teus olhos ao falar da praia maravilhosa que pode aproveitar depois do fim do evento vale o dia todo de espera. Como a gente esperava pra estar com que nos faz bem e chega a ser assustador quando olhamos pra frente e vemos bem ali o futuro, concorda?

Dias atrás vi teus olhos no meio da multidão e algo estranho aconteceu aqui dentro. Demorei demais pra admitir. Me desculpa, amor. Tive a pretensão chata de achar que não era a hora. Dormi mal algumas noites e acordei com a sensação de ser pisoteada por elefantes. Coloquei os fones e corri uma maratona achando que a inquietação que teu cheiro meu causa sairia pelos poros junto com o suor. Resisti e insisti em não querer, até ser pega de surpresa pelo conforto dos teus braços me envolvendo.

Olhei para o relógio e puder perceber que já era hora de voltar para a casa. Quando nos levantamos a única coisa que eu queria ser capaz de ter feito era tocar tuas mãos quando largou as chaves na mesa. Ainda tenho medo de tudo o que pode vibrar aqui dentro quando nos tocamos, mesmo que rapidamente e prefiro ficar quieta. Você ainda não pode contar tudo o que se passa no seu coração, por isso fala mais do trabalho. Mas não tem problema não, viu? Tá tudo certo. Enquanto vamos mostrando um ao outro apenas aquilo que não nos compromete, os outros podem perceber que estamos em um transe profundo demais para conseguir admitir qualquer coisa.

 

Gostou do texto? Então deixe seu comentário aqui! 🙂

Facebook Comments
4 comentários Adicione o seu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *