Resenha: Ri, mas – Juliana Cardoso

“Ri, mas” é aquele livro imprescindível para se ter dentro da mochila ou na mesinha de cabeceira. Leve, cheio de poesia cotidiana, que fala de primavera, oceanos, garfos e aranhas.

Juliana Aguiar, carioca na casa dos 20 anos, estudante de Medicina dedica seu tempo “às letras, aos estudos e partilhas de sentimento”, como ela mesma diz. A também autora de “Contrariemos os Desencontros” (Editora Multifoco, 2016) é como você e eu, alguém detentora de muitos sonhos e de uma força de vontade que a faz realizá-los um por um, bem aos pouquinhos e com um sorriso largo no rosto, que é para a poesia não teimar em querer fugir.

Mas, voltemos ao livro.

SINOPSE

Ri, mas é um misto de poesia e sentimentos no qual somos convidados a embarcar na aventura exploratória da subjetividade do ser. Com uma única estrofe e poucos versos, há uma ampla liberdade interpretativa para cada poesia a ser lida, o que nos proporciona a experiência de palparmos as coisas com a nossa própria essência nutridos da noção disso. Vejamos esse livro como um desafio pessoal de nos conhecermos melhor perante nós mesmos e perante o mundo com profundidade e verdade. Afinal, sempre fomos, somos e seremos os maiores contadores de mentiras sobre a nossa personalidade em momentos de introspecção. Vamos sair um pouco do padrão?

Eu, particularmente, coloquei na minha listinha de metas para 2018 (e para a vida) ler mais autoras e autores brasileiros. É claro que no mundo todo há escritores (as) INCRÍVEIS que tanto amamos, mas aqui nesse Brasilzão tem muita gente bacana e de qualidade escrevendo a torto e a direito, esperando uma oportunidade de ser descoberta. Descobrir “Rir, mas”  foi um desses presentes que desejei para o novo ano.

Apaixone-se por:

“Prédios me gritam,

Me clamam.

Querem fugir,

Mas não andam.”

E também por:

“Aranha no céu

Aranha na parede

Encontrei aranhas

Deitadas em sua rede.”

Apaixone-se por poesia! Leia “Ri, mas”.


Informações adicionais:

Autora: Juliana Magalhães Aguiar Cardoso

Ano: 2017

Editora: Gramma

Mais informações: Contrariemos os Desencontros

 

Gostou do texto? Então deixe seu comentário! 🙂

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *