Medo: Ou ele te pega ou você vence ele

Texto da leitora e amiga Vivian Labanca, jornalista e secretária executiva, do Rio de Janeiro/ RJ, autora do blog Viva la Vivian | Instagram | Facebook Boo! Como vencer o medo? Boa pergunta. Confesso que até hoje me pergunto sobre isso. (Risos). Então, cuidado porque você mesmo pode estar inconscientemente permitindo essa situação. Força, não aceite! Traumas pós…

Continue lendo

O lado leve que a vida pode ter

  Eu não sei porque aceitei vir até o parque de diversões que chegou recentemente à cidade com minha melhor amiga, a Bia. Eu passo mal em brinquedos. Talvez movida pela vontade de comer todas as besteiras maravilhosas que se vendem geralmente nesses locais e, quem sabe, para tirar um pouco ele da cabeça. Leia…

Continue lendo

Decidi emanar amor

Leia ao som de Sign of The Times – Harry Styles Eu estou em paz, sabe? Demorou para que eu conseguisse estar bem, e quando digo bem, quero dizer bem comigo mesma. Poder ouvir minhas músicas preferidas e andar descalça nesse caminho complicado e por vezes dolorido que é a vida. Decidi emanar amor para este mundo, porque de…

Continue lendo

Para um doce desconhecido

Leia ao som de Heartbeats do José González.  Meus amigos dizem que aparento ser uma pessoa segura de si, confiante, resolvida consigo mesma, alguém que tem a auto estima lá em cima, mas na realidade não é nada disso. Tem dias que até me sinto segura sobre diversos pontos, mas logo essa segurança passa e…

Continue lendo

Carta aberta aos reis de lugar nenhum

Leia ouvindo Lake Michigan – Rogue Wave Ontem, de madrugada, enquanto inocentemente meus dedos corriam pela tela do celular, tive uma das maiores percepções da minha vida: a de que eu não estou mais disposta a aceitar migalhas. Sei que essa é uma conclusão que deveria ser óbvia, mas, na prática, todos nós sabemos que…

Continue lendo

Carta aos (des) conhecidos

Caeté, 3 de julho de 2017 Caros familiares, amigos e leitores, Preciso, urgentemente, externar meus sentimentos: Passo por um momento delicado, ponto final. Coloco esse ponto em destaque, pois preciso muito que entendam isso. As coisas que eu gostava, já não gosto tanto assim, os lugares por onde eu andava, agora são, aos meus olhos,…

Continue lendo

Ao acaso, descobri a serendipidade

Leia ouvindo Angela, do The Lumineers Ouvi diversas vezes aquela música que diz em um trecho “o acaso vai me proteger quando eu andar distraído”, mas nunca entendi a referência, o que seria andar distraído e como seria a forma do acaso me proteger. Até que em uma aula de português, fazendo a releitura de…

Continue lendo