A culpa não é do amor

Texto da leitora Paloma Andrade Correia, 18 anos, São Paulo – SP, autora do @baudesonhosperdidos_ . A maioria das pessoas hoje em dia idealizam o amor apenas com o “eu te amo”. É uma frase tão bela de escutar, mas quando não tem requisitos a mais como respeito, cuidado, proteção e atitudes boas, infelizmente ela se…

Continue lendo

Eu não vou dizer que te amo!

Tudo bem se você não está preparada pra ouvir. Se você tem medo do meu sentimento, ou do nosso, e quer evitar que seja amor apenas não tocando no assunto. Se você acredita que não falar faz não acontecer, pode deixar que eu não vou dizer. Mas se não fosse amor eu não ficaria com…

Continue lendo

Amor não é para ser trágico

Amanhece todos os dias como uma forma de recomeço, as coisas se renovam todos os dias. Você já não é o mesmo (a) que foi ontem, o sol já não é o mesmo, a vida que você tem ao levantar não é a mesma de antes. Então para que ficar insistindo em algo que não…

Continue lendo

Preciso saber se é você

Leia ouvindo Manhattan, de Sara Bareilles Eu queria poder ter a certeza que você é o amor da minha vida. Daqueles tipos de amor que a gente espera a vida toda, se for preciso, para viver. Eu queria ter a certeza de que o que bate no meu peito, bate também por ti. Porque tenho…

Continue lendo

Eu parei de escrever

Eu parei de escrever… Não parei de escrever pelos erros de ortografia, tão pouco pela falta de inspiração. Parei de escrever para tentar me proteger de você.   Não consigo mais pegar uma caneta e escrever sentimentos, você me deixou confusa. E, nesse caminho perdido ao qual me encontro, vejo somente pedras pontiagudas que –…

Continue lendo

Próxima parada: saudade

Lê ouvindo Beija-flor, por Zeca Baleiro, vai gostar! Olho meu e-mail e vejo que chega o momento de fazer o check in online. 17h30 eu estarei voltando. A gente vai ao apartamento e faço minha mala, jogando tudo de qualquer jeito – porque nunca cabe mesmo nada certinho como na ida, vai entender – e digo:…

Continue lendo

Uma xícara para dois

Pegue sua xícara e dê play em Johnny B. Good, do sensacional Chuck Berry É engraçado, mas eu comparo muito você aos momentos que paro minha rotina para tomar um bom café. A princípio, pelo fato dele ser bom, já consigo dizer que parece contigo. Porque é bom estar com você. Ou receber suas mensagens…

Continue lendo