Há um pouco de você em mim

Você não está aqui. Sinto-me incompleta por não sentir sua mão segurando a minha e não te ter ao lado. É como se uma parte minha tivesse ficado contigo quando se despediu. Como se eu fosse um quebra cabeça e algumas peças estivessem faltando, ou, como se fôssemos queijo e goiabada. Tá, essa comparação não…

Continue lendo

Você acredita em vida depois do amor?

Calma, não é sobre casar e continuar vivendo felizes para sempre. É sobre você amar muito alguém, mas depois chegar ao fim, romper, deixar a represa arrebentar e inundar. É sobre isso que eu quero falar, essa dúvida me intriga. Será mesmo que existe vida (plena) depois do amor? Acho que o sentimento muda a…

Continue lendo

O lado leve que a vida pode ter

  Eu não sei porque aceitei vir até o parque de diversões que chegou recentemente à cidade com minha melhor amiga, a Bia. Eu passo mal em brinquedos. Talvez movida pela vontade de comer todas as besteiras maravilhosas que se vendem geralmente nesses locais e, quem sabe, para tirar um pouco ele da cabeça. Leia…

Continue lendo

O Sentir é leve!

O sentir é leve e eu descobri isso quando te conheci. Não vou nomear de amor e nem de gostar, pois o sentir é mais gostoso, é mais suave, e, dependendo, mais intenso. O sentir nesse escrito não tem um significado, não tem relação com amor ou qualquer sentimento do tipo. Prefiro não rotular o…

Continue lendo